Texto de Autoria do Mentor Anderson Adami, profissional da área de TI e Mentor ativo do Projeto Joule:
Não estava dando conta do recado e pedi um estagiário.   Foi em 2001.  Molecão, ele tinha 18 anos. Missão: manter em dia as páginas do nosso site. Inteligente e interessado, ele aprendeu tudo que precisava e mais um pouco. Ficou com a gente durante 2 anos.  Amigos, mantivemos contato. Em 2004, trabalhando em outra empresa, ele me ligou: “Adami, a empresa X precisa de um cara com o teu perfil, tem interesse?”. A oportunidade era para ganhar mais e trabalhar mais também. Encarei o desafio! O meu amigo, do interior de SC, morava sozinho.
Em 2007, ele me convidou para dividir um apartamento. Solteiros, embora namorando, parecia uma boa ideia. Moramos juntos por cerca de 4 anos no centro de Curitiba. Ótimos tempos! Em 2010 ele casou e, pouco depois, também fiz isso.  A amizade continuou obviamente. Em 2011, ele me ligou outra vez: “Adami, tem uma oportunidade que você não pode perder…”. Agarrei e trabalhei 2 meses em SP com o projeto que ele me presenteou. Meu antigo estagiário, meu irmão, é, hoje, um desenvolvedor web muito bem sucedido.
Quando desdenhamos das pessoas que fazem parte do nosso dia a dia, seja no trabalho ou na vida, infalivelmente empobrecemos a nossa própria biografia. E o contrário disso é absolutamente verdadeiro!
Você concorda?
Dicas do Mentor !
Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedintumblrmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *